Como Fazer um Bom Site?

Antes de ler o post é importante definirmos o que é “um bom site“. Um bom site não deve ser apenas bonito, mas sim planejado de modo que o gerenciamento do conteúdo seja simples e flexível. Também precisa ser planejado para ficar bem posicionado no Google e em outros mecanismos de busca. E por fim, deve ter uma estrutura de informações e conteúdos relevantes, para que seu visitante queira ser seu cliente.

Neste post, vou falar o que é fundamental para a criação e produção de um site que não é apenas visual.

O objetivo de todo site é aumentar o volume dos negócios, e para isso, é necessário ter visitas qualificadas. Também é fundamental ter uma boa estrutura de navegação e flexibilidade para converter visitantes em clientes.

Site Dinâmico, que o conteúdo seja totalmente gerenciável.

Um bom site não é apenas um catalogo eletrônico, deve ser meio de comunicação com seus clientes. Cada segmento de negócios possui características que definem o tipo de conteúdo que o cliente busca no site. Consultorias devem divulgar artigos e notícias, empresas de treinamento podem divulgar calendários de Cursos e fotos, loja de equipamentos eletrônicos podem divulgar dicas de uso.

Grande parte das pesquisas realizadas na web tem como objetivo a busca de informações e de conhecimento, que é o primeiro passo antes da contratação de um serviço ou para a compra de um produto.

Estrutura de informação e Flexibilidade

Seu site é de fácil navegação?

A arquitetura de informações é o planejamento de como a informação deve ser estruturada de modo que a navegação seja simplificada, com isso, um site com muito conteúdo parece simples de navegar.

A flexibilidade está relacionada à facilidade que o visitante tem ao navegar no site. A página está corretamente destacada? O slide show possui link para mais informações? O link do slide show em destaque está claro para identificação?

Otimização para mecanismo de Busca.(Ex.: Google)

SEO é a sigla de Search Engine Optimization ou MOB Otimização para motores de busca. Basicamente são técnicas para tornar um site mais fácil de ser encontrado nos sites de busca, essencialmente, o Google. Estatísticas mostram que ao realizar uma pesquisa no Google 60% das pessoas clicam nos 3 primeiros resultados e 80% não vão para segunda página de resultados. As estratégias de SEO (otimização de sites) têm como objetivo posicionar o site nos primeiros resultados dos sites de busca. SEO está associado a SEM (search engine marketing) que engloba também as atividades de Links Patrocinados.

 

Ao contrário do que algumas pessoas imaginam, o SEO não é responsabilidade apenas do pessoal técnico. Criar conteúdo relevante é fundamental se você deseja aparecer no Google com eficiência.

 

Um Bom Conteúdo

A internet se tornou um dos principais canais de comunicação da atualidade, e o marketing é uma das áreas nas quais as mudanças foram mais marcantes. Há muitos anos atrás, ter o site já era suficiente para marcar presença na internet, porém isso mudou drasticamente nos últimos anos. Com o surgimento dos Blogs, do Google, das Mídias Sociais e da diversidade de formas de acessar a internet (iPhone, Tablets, Notebooks, etc.), as pessoas nunca tiveram tanto poder de comunicação.

A facilidade para publicar conteúdo em blogs e redes sociais fez do conteúdo uma das ferramentas mais importantes para uma empresa conquistar seu espaço na internet. Os usuários se apossaram das marcas na internet e grande parte do conteúdo sobre as marcas são gerados por consumidores.

Vídeos

O Vídeos bem planejados podem causar um impacto para o visitante como ele vai lembrar do seu site ou blog.

 

Links patrocinados, controle sobre as visitas ao site

O uso dos links patrocinados, (anúncios pagos) permitem garantir uma quantidade de visitas qualificadas ao site da empresa, com uma verba pré-determinada.

Sem dúvida, os links patrocinados do Google (AdWords) são os que garantem maior quantidade de visitas, portanto, em campanhas de baixos orçamentos (menos de R$ 1mil) recomendamos utilizar apenas o AdWords por uma questão de TEMPO de aprendizado, afinal nosso tempo também é um recurso limitado.
Google Analytics – Conhecendo os visitantes do seu site

“Quem não mede não gerencia. Quem não gerencia não melhora” Joseph Duran

Esta frase já diz tudo. Ter um site e não saber quantas visitas tem, de onde vieram que páginas são mais visitadas, etc. é como não ter controle nenhum do saldo do banco. Este artigo é um exemplo de uso inteligente do Google Analytics, pois percebi que ele tem mais de 400 visitas/mês e o conteúdo estava desabado e atualizei o conteúdo.

Se você gostou das dicas acima e ficou interessado em fazer seu próprio site entre em contato conosco e estaremos te atendendo  com o maior prazer. Fale Conosco.